Entrevistas

Marcelo Barros

"Secretário da Fazenda de Pernambuco"

A edição deste mês de junho traz uma entrevista com o novo secretário da Fazenda, empossado em 26 de maio de 2016. Marcelo Barros é economista e mestre em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), professor na Universidade de Pernambuco (UPE) e na Faculdade Boa Viagem (FBV). Atua ainda como consultor e pesquisador nas áreas de economia regional e finanças públicas, possuindo no currículo publicações nacionais e internacionais. Entre 2009 e 2010, foi secretário de Finanças da Prefeitura do Recife. Também foi superintendente técnico da Secretária da Fazenda de Pernambuco em 2011 e 2012. Em 2013, assumiu a Secretaria de Finanças de Ipojuca. Entre março de 2015 a maio de 2016, Marcelo Barros foi diretor-presidente da Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart).


Tribuna do Fisco – Qual a sua expectativa na gestão da Sefaz-PE?

Marcelo Barros – Nossa expectativa é a melhor possível, porque trabalhamos com seriedade e disposição, buscando alternativas para aumentar a arrecadação do Estado. Para isso, contamos com excelente capital humano no nosso quadro técnico, que é bastante capacitado e ávido por soluções pertinentes, rápidas e eficientes. 


Tribuna do Fisco – E seus objetivos?

Marcelo Barros – Nosso maior objetivo é abraçar o desejo de enfrentar a crise, confiando na experiência acumulada ao longo de muitos anos de trabalho. Nossa gestão se baseia, principalmente, no diálogo, ouvindo todos os setores, na transparência e na conquista de resultados.


Tribuna do Fisco – Na atual crise econômica que o Brasil vive, quais os seus principais desafios?

Marcelo Barros – Buscar caminhos que possam garantir maior arrecadação, manter o equilíbrio das contas públicas e honrar os compromissos, principalmente com os servidores.


Tribuna do Fisco – Quais os planos da Sefaz-PE para a arrecadação do Estado crescer? Quais serão os desafios para o incremento da arrecadação?

Marcelo Barros – Pernambuco já vem fazendo o dever de casa, com ajustes e controle nos gastos públicos, mantendo a qualidade nos serviços. Isso se deve à visão e ao modelo de gestão implantado pelo governador Paulo Câmara. É esse o modelo que seguimos. Através dele, empreenderemos mais esforços e somaremos mais forças, pensando em novos financiamentos e investimentos para projetos que tragam benefícios ao Estado e à população. 


Tribuna do Fisco – Como será o seu diálogo com a categoria fazendária? E com o Sindifisco-PE? Qual a mensagem que o senhor gostaria de passar para a categoria?

Marcelo Barros – O melhor e mais próximo possível, ouvindo e trabalhando com a transparência que é a marca da nossa gestão. Precisamos entender que a crise existe, mas pode e será vencida, com respeito e confiança no trabalho feito por cada servidor. O esforço é de todos e as conquistas também serão.

« Voltar