Notícias

Lira adia votação da reforma administrativa: \"Não podemos errar no placar\"


Temendo provável derrota, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), informou que a votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma administrativa ficará para semana que vem, na terça-feira (21/9). A votação da proposta estava prevista para esta quinta-feira (16).

Após se reunir com o presidente da comissão, deputado Armando Monteiro (PP-PE), e com o relator Arthur de Oliveira Maia (DEM-BA), na manhã de hoje, contudo, Lira avaliou que ainda não há como garantir a aprovação da PEC, que precisa de, no mínimo, 308 votos favoráveis no Plenário, em votação em dois turnos. Com isso, decidiram pelo adiamento das decisões. Ficou combinado, então, que a votação na comissão ocorrerá na terça da semana que vem. Caso seja aprovada, ela vai para pauta do Plenário no dia seguinte, na quarta-feira (22).

Ao participar de uma transmissão ao vivo promovida pela consultoria Necton Investimentos, o presidente da Câmara disse que “ainda está havendo muito ruído” sobre o assunto. “Nós optamos em fazer a votação na terça e ela irá a plenário na quarta, depois de discussão com todos os partidos, porque não podemos errar no placar”, apontou o presidente da Câmara.

Lira rebateu as críticas feitas pelo mercado de que são tímidas as mudanças das regras no funcionalismo público. “Um tema como esse num momento de tanta instabilidade política e muitas arrumações que precisam ser feitas não é fácil de tramitar. São categorias que se organizam há muitos anos, com sindicatos fortes e que pressionam parlamentares em seus estados”, pontuou o deputado.

 

Fonte: Correio Braziliense


« Voltar