Notícias

Alexandre apresenta o Sindifisco-PE aos novos servidores da Fazenda


O presidente do Sindifisco-PE, Alexandre Moraes, apresentou, durante a cerimônia de posse, a nossa entidade aos novos servidores da Secretaria da Fazenda, que vão ocupar os cargos de assistente e analista de Apoio Administrativo às Atividades Fazendárias. Realizada nesta segunda-feira (1) a solenidade deu início ao Programa de Integração “Todos a Bordo”, que segue até o dia 19 deste mês, do qual os novos servidores participarão para vivenciar um momento de aculturamento, conexão e aprendizado prático das principais rotinas da Sefaz-PE.

Além do presidente Alexandre Moraes, a cerimônia, que foi realizada no auditório da SAFI, contou com a presença do secretário da Fazenda, Décio Padilha, do coordenador da CAT, Anderson de Alencar Freire, do presidente do Tribunal do TATE, ??????????????Marco Antônio Mazzoni, do coordenador do CTE, Flávio Martins Sodré da Mota, do secretário Executivo de Coordenação Institucional, Flávio Soares, e da presidente do Sindicato dos Servidores Administrativos da Secretaria Estadual da Fazenda de Pernambuco (Sindsaaf-PE), Gilvanete Galvão.

“Quero dar as boas-vindas aos novos assistentes e analistas de Apoio Administrativo às Atividades Fazendárias. Estar na Esafaz, onde fiz minha formação, é algo que emociona”, comentou Alexandre Moraes, que, na ocasião, ressaltou a importância da união entre as nossas categorias. “Ninguém trabalha sozinho”. O presidente do Sindifisco-PE também falou sobre sua trajetória na Sefaz-PE e destacou a relevância do Sindifisco-PE e as principais ações em benefício da categoria.

Durante a solenidade, o secretário da Fazenda, Décio Padilha, discorreu sobre a história da Secretaria da Fazenda e sua relação com o Estado. “A Fazenda tem 130 anos de existência. Ela é a história de Pernambuco. Muitos secretários foram governadores: Miguel Arraes, Nilo Coelho, Gustavo Krause, Eduardo Campos, o atual governador Paulo Câmara. Isso se deve ao talento político de cada um e, principalmente, à importância da instituição”, pontuou Décio Padilha.

 



« Voltar