Notícias

Sindifisco-PE discute com a Fazenda medidas para evitar a exposição dos auditores ao Coronavírus


O presidente do Sindifisco-PE, Alexandre Moraes, e o secretário-geral Adjunto, Wildes Lopes, participaram, na noite desta segunda (16), de uma audiência com o secretário da Fazenda, Décio Padilha, com o coordenador da Administração Tributária Estadual (CAT), Anderson de Alencar, e com coordenador do Controle do Tesouro Estadual (CTE), Flávio Mota. O encontro teve como objetivo discutir medidas para diminuir a exposição dos auditores fiscais aos riscos representados pelo novo coronavírus.

“Levamos o ofício nº 009/2020, informando nossa preocupação e requerendo medidas para diminuir o risco de contaminação nos edifícios da Fazenda, principalmente dos servidores com mais de 60 anos e dos portadores de doenças crônicas, que são os mais vulneráveis ao Covid-19”, comentou o presidente Alexandre Moraes.

No ofício, o Sindifisco-PE solicitou que sejam adotadas algumas medidas urgentes, a exemplo do trabalho remoto, mais conhecido como home office, para as atividades cuja presença física dos auditores não seja imprescindível, independentemente da idade do servidor.

Ficou acertado com o secretário da Fazenda que os auditores que compõem o grupo de risco – maiores de 60 anos e portadores de doenças crônicas -,  e que lidam com o atendimento direto ao público, como nas agências, nos postos fiscais e na divisão de ICD, deverão ser relocados para outras atividades que não envolvam o contato direto com os contribuintes.

O Sindifisco-PE também requereu o fornecimento de álcool em gel nas salas dos servidores e a liberação das catracas de identificação biométrica para acesso aos prédios da Sefaz. “A proposta é diminuir o contato com as borboletas, nas quais são realizadas as leituras das digitais dos servidores. As medidas foram colocadas em prática de imediato. Hoje (17), os servidores já encontraram as catracas liberadas”, adiantou Alexandre.

Durante a audiência com o Sindifisco-PE, o secretário Décio Padilha precisou se ausentar, após ser chamado pelo governador para participar, ao lado dos demais secretários, de reunião no Palácio do Campo das Princesas. A partir dessa reunião, foi emitido o Decreto nº 48.810, de 16 de março de 2020, no qual o governador determina novas medidas para enfrentamento ao coronavírus.

“Levamos para o secretário demandas e sugestões que recebemos de servidores preocupados com a realização das atividades laborais nesse momento de crise sanitária”, acrescentou o presidente.

O Sindifisco-PE está atento a todas as formas de prevenção possíveis para possam minimizar os riscos à saúde e à integridade dos auditores fiscais do Estado de Pernambuco.

confira o Decreto nº 48.810, de 16 de março de 2020: https://diariooficial.cepe.com.br/diariooficialweb/#/visualizar-jornal?dataPublicacao=17-03-2020&diario=MQ%3D%3D

Abaixo, segue folder da Sefaz, alertando sobre cuidados contra o Coronavírus:




« Voltar