Notícias

Clovis Prazim morre aos 92 anos


O Sindifisco-PE comunica o falecimento do filiado Clovis Prazim de Mendonça, de 92 anos, morreu no útimo sábado (16). Clovis entrou na Fazenda por meio do concurso público de 1969. Além de auditor fiscal, ele também era músico e compositor. Clovis era assíduo frequentador do Almoço das Quartas, evento de que fazia a abertura com seu famoso saxofone, instrumento que tocava desde a adolescência.  

 

Com a execução impecável da música “Siboney”, Clovis conquistou o primeiro lugar em um dos congressos realizados pela nossa entidade. Outra paixão na vida de Clovis era a dança. Por isso, toda quinta ele participava de um encontro na AABB, o Clube Emoções da Melhor Idade, do qual era conselheiro. Durante um evento realizado em Mato Grosso, representando Pernambuco, ele tirou em segundo lugar no Concurso de Mister Brasil da Boa Idade.

 

“O que mais emocionava papai era tocar o saxofone ao lado dos filhos na casa de praia que ele construiu com todo carinho para a família. Estar arrodeado pelos amigos do sindicato também era motivo de grande felicidade para ele”, relembra a filha Tânia Mendonça. No vídeo, Clovis toca a música Chorinho do Sax, de sua autoria, no Almoço das Quartas, organizado pela Diretoria de Aposentados e Pensionistas.

 

Clovis fazia um tratamento contra o câncer há anos. Estava com a família em Gravatá, onde passava a quarentena, quando foi encaminhado ao hospital para cuidar de uma obstrução no intestino e colocar uma sonda, na semana passada.  Na unidade de saúde, começou a apresentar sintomas da Covid-19.

 

O sepultamento foi realizado, na tarde do último sábado, no cemitério Morada da Paz, em Paulista. Por causa do distanciamento social, não houve velório. Clovis deixa quatro filhos e cinco netos.

 

O Sindifisco-PE se solidariza com a família e amigos de Clovis



« Voltar